3 modalidades de ciclismo para você saber!-Dias Bike

Depois de algum tempo se aventurando com a nossa moto, a vontade de se envolver mais com esse esporte tão versátil e popular entre os brasileiros começa a crescer. Saber sobre os modos de ciclismo torna esta trajetória ainda mais interessante.

Pode parecer que pedalar é uma atividade simples e repetitiva: basta pedalar! No entanto, há outros fatores que influenciam diretamente a experiência com a sua moto, o que o torna ainda mais rico e intenso.

As modalidades de ciclismo envolvem diferentes cenários, equipes e objetivos diferentes, o que nos faz perceber o quão versátil esse esporte é. Seja na rua ou no ciclismo, sua moto oferece bastante adrenalina e diversão.

Pensando nisso, a equipe da Days Bike preparou uma lista especialmente para ela explorar um pouco mais sobre cada uma dessas modalidades. Confira agora que mais um se encaixa no seu estiloso style.

Realmente não tem o menor problema se você for iniciante no mundo das motos, esta lista será bastante útil para entender um pouco mais sobre como esse esporte funciona e para deixá-lo ainda mais animado para vagar por aí.

Modos

1. Ciclismo de estrada

É ciclismo competitivo, com duas versões: tempo e resistência. No primeiro caso, os competidores saem dois em dois minutos (ou algum outro slot de tempo padrão) e vencem quem faz o caminho em menos tempo.

Os testes de tempo também são chamados de provas contra o relógio, geralmente feito sem o alinhamento de equipamentos. Assim, o concorrente é vencido quem, individualmente, joga o menor tempo possível.

da resistência é aquele que os competidores são divididos em equipes, que precisam completar um circuito completo e andar a uma distância completa. O motociclista que consegue completá-lo primeiro é considerado o vencedor

A moto usada neste modo geralmente consiste em pneus finos, mais leves e, portanto, ajuda no ganho de velocidade. Na verdade, todo o design dessas motos favorece a aerodinâmica.

O ciclismo de estrada oferece, mesmo assim, a versão ultra-marathon, que é feita com percursos longos. A RAAM (Run Across America), por exemplo, é um teste cujo caminho compreende os Estados Unidos de costa a costa.

Como você pode imaginar, participar de um desafio destes requer muita obstinação, preparação física e hidratação.

O ciclismo de estrada também inclui ciclismo recreativo, que os participantes têm de caminhar certos circuitos por prazer e autonomia, em vez de para o esporte ou competição.

Recreio pode fornecer grandes experiências, principalmente para qualquer um que ame conhecer novos ambientes, unindo saúde e contemplação da natureza.

2. Mountain Bike

Este é um modo bastante excitante e de ação, excelente modo para qualquer um que goste de aventuras e explorando a natureza. A moto usada neste tipo de pedal é a mountain bike (MTB ou BTT).

Ela é desenvolvida para rodar a estrada. Apesar de ter diferentes semelhanças com motos comuns, os MTBs incorporam algumas características que favoram a durabilidade e o desempenho em terrenos acidentados.

Usando a suspensão dianteiro e, às vezes, o traseiro traseiro; pneus muito grossos, rodas mais duráveis, e freios bastante eficazes, essas motos oferecem alta confiabilidade para serem usadas fora da pista.

Dependendo da configuração da suspensão, um BTT pode ser classificado em uma das seguintes categorias:

    Rigid: Uma bicicleta de montanha com pneus grossos, guidão reta, mas sem suspensão (frontal ou traseira);
  • : Este modelo possui um quadro rígido equipado com suspensão para a roda diantada;
  • : Neste tipo de MTB, o quadro incorpora pivôs, o que contribui para a absorção de impacto;
  • : Esta é uma moto de suspensão dupla, com o equipamento instalado tanto na roda diantada quanto na traseira.

Dentro do modo de mountain bike, há algumas variações: cross country (obstáculos naturais), freeride (free running), downhill (contra relógio), viagem de viagem (maratona).  

Este modo se passa em campo aberto e é famoso pelas manobras radicais.

3. BMX (biccross)

O bicycross começou como uma forma de preparar as crianças para se juntar ao mundo de motocross, mas logo se tornou um esporte, por si só. O BMX apresenta um quadro rígido, sua construção relativamente básica faz com que ele seja, ao mesmo tempo, robusto e fácil de controlar.

O BMX tem duas variações, a saber, corrida e freestyle. A corrida é a versão mais clássica e já está por aí desde o início do BMX. Já o modo freestyle se desenvolveu como os ciclistas se especializou em fazer manobras.

No máximo, também temos que pensar em bikes urbanas, que são desenvolvidas para que você tenha caminhadas tranquilas na cidade ou use para ir trabalhar, por exemplo. Já vem chegando a perceber que há motos para todos os gostos, estilos e bolsos, não é mesmo?  

Nós adoramos a empolgação de um bom pedal, mas certamente a adrenalina de ler o que nossos leitores encontraram de cada post é ainda maior. Por isso, lembre-se de deixar um comentário, falando sobre o que você encontrou de nossas dicas. Vemos você no post a seguir!

Fonte: blog.diasbike.com.br/bikers/modalidades-de-ciclismo

Cart
Your cart is currently empty.